Técnicas Cirúrgicas para tratamento de varizes

Opções de cirurgias venosas: Cirurgia de safena tradicional e fleboextração.
Existem varias razões para procurar o tratamento das veias anormais. Em alguns casos a decisão do tratamento se torna complicada, por causa da quantidade de opções disponíveis, e isso ocorre por uma razão: no campo da flebologia o tratamento venoso está constantemente evoluindo e aparecendo novas técnicas e tratamentos inovadores para as veias varicosas que são menos invasivos.
Tradicionalmente o tratamento aceito para veias varicosas era o tratamento cirúrgico tradicional, chamado de stripping. Essa cirurgia era relativamente invasiva e complicada para os pacientes, com riscos maiores de complicações, como coágulos sanguíneos, inchaço na perna, infecção e parestesias na perna (áreas insensíveis), e, mais importante do que isso, os resultados não eram tão bons ou não duravam tanto quanto as pessoas esperavam.
Então, os médicos acabavam reservando a cirurgia de varizes apenas para os casos mais graves da insuficiência venosa, após todas as gestações. Somente pacientes que tinham problemas venosos de longa duração que impactavam enormemente na sua qualidade de vida e na habilidade de ter uma vida livre de dor eram tratados cirurgicamente; pacientes com sintomas menores frequentemente tinham a opção apenas tratamentos conservadores.
O termo stripping ou “arranchamento” da veia, se refere a uma técnica cirurgia em particular, normalmente realizada em hospital sob anestesia geral ou raquianestesia e utilizando um instrumento chamado fleboextrator para remover as veias da perna. Por causa do aspecto invasivo do arranchamento da veia e o longo período de recuperação, a quantidade e frequência de complicações, o índice de recorrência, novos tratamentos menos invasivos foram desenvolvidos.
A própria cirurgia de “arranchamento” de veia teve a sua evolução com a eversão que permitia que a veia fosse removida com menos trauma nos tecidos adjacentes da perna. Apesar dessa melhora, o tratamento cirúrgico venoso superficial foi em parte substituído pelos métodos minimamente invasivos, que inclui o uso da laser, da escleroterapia e da termoablação endovenosa das safenas, que eliminam as veias selando-as de modo que elas se fecham, mas permanecem no local para serem naturalmente e lentamente absorvidas pelo corpo.
Outro tratamento menos invasivo é a fleboextração ou chamada de microcirurgia de varizes, que remove as veias do corpo através de pequenas incisões na pele. Hoje, todos esses procedimentos são utilizados para tratar as varizes superficiais, embora sejam muito diferentes entre si, todos funcionam com o objetivo de reduzir o refluxo venoso direcionando o fluxo das veias doentes para as veias que estão funcionando adequadamente.
A cirurgia de stripping, ou seja, cirurgia tradicional é mais frequentemente realizada em um tipo bem especifico  de veia, as veias safenas magnas e parvas que percorrem a parte interna e posterior da perna. Este procedimento requer um planejamento pré-operatório e normalmente é utilizado sob anestesia geral ou raquianestesia. O cirurgião faz incisões na virilha e no tornozelo, em alguns casos podem ser necessários modificações da técnica para a eversão, onde uma ferramenta cirúrgica especial remove a veia fazendo a passar por dentro dela mesma, da mesma maneira que uma meia sendo evertida.
Alguns cirurgiões chegaram a fazer esse procedimento apenas com anestesia local, mas é muito mais frequente o uso da anestesia raquianestesia ou anestesia geral. A safenectomia por eversão normalmente é menos traumática para os tecidos da perna do que a safenectomia tradicional.
Outro procedimento realizado é conhecido como a ligadura de veias e pode ser usado em alguns pacientes. Nessa técnica, incisões são feitas sobre veias doentes que são então amarradas e cortadas. A ligadura é popular, porque ela é tecnicamente fácil de ser realizada e tem habilidade de reduzir o refluxo anormal; entretanto, a ligadura sozinha produz um resultado a longo termo muito pobre e a maior parte dos pacientes relata que a melhora dos seus sintomas os sintomas não dura muito tempo.
A fleboextração ou microcirurgia pode ser realizada de modo ambulatorial, em day hospital ou hospitalar e consiste na remoção de veias doentes do corpo, mas, com apenas pequenas punções ou cortes na pele ao invés de grandes incisões.  A microcirurgia quando realizada em consultório necessita de uma recuperação mínima e comumente você pode voltar as atividades normais no dia seguinte do procedimento.
Antes da microcirurgia venosa o seu médico vai marcar as veias com você de pé, para identificar as veias que estão dilatadas e tortuosas. Assim que as marcas são feitas, a área é limpa e é injetado anestésico local. Pequenas punções são feitas e as veias são retiradas através de um gancho cirúrgico que parece uma agulha de crochê. Normalmente essas punções não precisam nem de pontos de tão pequenas que são. Enfaixamento compressivo e o uso da meia compressão elásticas são feitos após o procedimento.
A medida que você vai se recuperando, as pequenas feridas das punções vão desaparecendo ou minimizando com o tempo com o decorrer dos meses. A fleboextração ou microcirurgia é muito útil na remoção dessas veias dilatadas visíveis na superfície da pele.
A discussão das opções de técnicas cirúrgicas deve ser feita com seu cirurgião vascular e vários aspectos importantes devem ser considerados como: a invasividade do procedimento, o tempo de recuperação, os resultados a longo termo, quais veias necessitam ser tratadas e a possibilidade de realização de cada procedimento no seu caso. Cada técnica possui vantagens e desvantagens, e elas devem ser explicadas pelo o seu cirurgião vascular durante o tratamento das suas veias.
 
 
Veja também:

Tags: varizesvenosocirurgiatratamentos

Select ratingGive Técnicas Cirúrgicas para tratamento de varizes 1/5Give Técnicas Cirúrgicas para tratamento de varizes 2/5Give Técnicas Cirúrgicas para tratamento de varizes 3/5Give Técnicas Cirúrgicas para tratamento de varizes 4/5Give Técnicas Cirúrgicas para tratamento de varizes 5/5
Sem avaliações